Palavra da Diretoria – Maio 2016

 

EXIGIR DE NÓS

“Exige muito de ti e espera pouco dos outros. Assim, evitarás muitos aborrecimentos.” Confúcio

Muitas vezes exigimos de nós aquilo que nem é necessário, mas noutras tantas vezes, não exigimos de nós aquilo que implica nossa responsabilidade.

Diante daquilo que nos propomos, somos obrigados, por nós e por todos aqueles que nos cercam, a buscar algumas responsabilidades e/ou cumprir aquelas que nos cabe. Fugir das responsabilidades é o mesmo que fugir das verdades e dos compromissos assumidos.

Precisamos ter uma consciência, enquanto seres humanos, de que a vida se faz a cada instante, a cada minuto e precisamos exigir de nós minutos mais eficientes e experientes. Evitaremos aborrecimentos, a partir do dia que fizermos mais como devemos e não vislumbrar tanto as luzes que deveriam ter brilho noutros.

Acendamos nossos próprios holofotes, iluminando estradas e vidas de todos que estão ao nosso redor.

Fazer o melhor a cada dia é imprescindível para que não terminemos o ano sem melhorias contínuas pessoais e profissionais.

O tempo passa, a exigência acontece naturalmente desde que sejamos mais em nós e resplandeçamos nos outros atitudes de boa fé, índole e exemplos de boa conduta em todos os âmbitos.

Exijamos o necessário e cumpramos o que nos cabe, sempre fazendo mais e melhor.

Somos mais quando somos um!

A diretoria

 

Nenhum comentário.

Palavra da Diretoria – Abril 2016

 

Entre o falar e o agir

“Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco.” (Jean-Jacques Rousseau)

 

Há um velho ditado que nos diz que “a boca fala do que o coração está cheio”, inclusive bíblico. Verdade. Mas nem sempre, quem fala muito, está cheio de boas coisas para distribuir.

Bons pratos nem sempre são aqueles que pesamos e assustamos com o peso de 1,5kg que aparece na balança. Bons perfumes nem sempre são aqueles que estão em recipientes enormes. Boas palavras nem sempre são frases compridas. Boas palavras são frases vividas por quem as diz.

Há reuniões ondem alguém fala e fala. Fala e fala novamente. Olhe ao seu redor, outros dormem e dormem. Dormem e dormem novamente. Palavras demais cansam, ações demais reanimam nossa caminhada.

Tenho medo das palavras. São afiadas. São armas, são luzes. Portanto, podem ser perdição pura e verdadeira, podem ser paz e sucesso também. Tenho medo de quem anota as verdades porque elas não precisam ser anotadas, a mentira, ao contrário, precisa ser anotada. Quem mente não quer correr o risco de contradizer-se. Mas contradiz-se facilmente.

Tenho dó das línguas enormes, tenho enorme saudade das conversas curtas. Quem não se lembra do olhar do pai ou da mãe, quando fazíamos estripulias? Nem palavras era preciso.

Resumo do texto: vamos agir com poucas palavras, mais doação e coerência.

Vou parar aqui. Falar menos e agir mais, junto a todos da Rede Rodar.

Somos mais quando somos um!

A diretoria

Nenhum comentário.

Dia Mundial da Água

O uso racional da ÁGUA e sua preservação são fundamentais para garantir

qualidade de vida para a nossa geração e para as futuras. Faça uso

consciente da água! Dia 22 de Março dia mundial da água. ‪#‎rederodar

diadaagua2

, , , ,

Nenhum comentário.

Palavra da Diretoria – Março 2016

A AÇÃO

“Acredite que você pode, assim você já está no meio do caminho.” (Theodore Roosevelt)

Nada mais certo do que afirmarmo-nos em atitudes positivas e concretas de bem estar. Tudo aquilo que fizermos visando o bem comum, naturalmente terá o retorno que se dará em nossa direção. Tudo na vida funciona como um “eco”: o grito que vai, volta e o sussurro idem. O eco depende da intensidade, fundamentalmente. Dessa forma temos a obrigação humana e profissional de agir em conformidade com os bons princípios e com a intensidade necessária a cada atitude.

O bem e o mal andam lado a lado. Aquilo que julgamos correto pode ser a verdade dos outros ou não. Aquilo que temos como incerto pode ser o lado concreto da situação. Sendo assim, cada palavra dita ou ouvida, precisa ter uma avaliação bem feita, ou seja, a sua verdade é a verdade mesmo ou é uma “vontade de ser a verdade”? Acredite sim na sua verdade, no seu poder, mas tenha sempre em vista o lado coerente afirmando-se.

Hoje em dia, quando todos nós temos acesso constante a muitas informações, abre-se caminho para muitos pontos de vista e muitas atitudes. Temos que aproveitar as informações recebidas e tratá-las com ação contínua. Agir no mercado significa acontecer no mercado. Avaliar o mercado e fazer o melhor. Todos nós somos capazes. Todos nós temos ferramentas disponíveis para gritarmos e ouvir o eco intenso da coerência, afirmando-nos cada dia mais nas forças das atitudes positivas.

Ajamos.
Somos mais quando somos um!
A Diretoria

Nenhum comentário.

Palavra da Diretoria – Fevereiro 2016

COMO VENTO

“As vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale apena ter nascido – Fernando Pessoa”

Como passa o vento passam as oportunidades. Delas nos cercamos e delas precisamos cuidar. Temos tido o cuidado, enquanto Rede Rodar, de aproveitarmos, da melhor forma, todas as oportunidades que se nos apresentaram, ao longo da nossa história.

Oportunidades de negócios, de contratações, de divulgação, melhorias contínuas, enfim, oportunidades.

Para tal precisamos sempre contar com o empenho de todo os colaboradores e também outros envolvidos, porque as oportunidades são como vento, passam rapidamente. No momento macroeconômico vivido pelo nosso país e o mundo em si, precisamos sempre do sopro ou da proteção, de todos, contra o vento que ora pode ser uma brisa, ora poderá ser um tufão.

Aqui chegamos ao ponto central de fevereiro: cuidar dos ventos e não deixarmos as oportunidades serem levadas por eles. Termos coragem suficiente para enxergamo-nos no contexto apresentado pelo sistema, onde estamos inseridos e ainda mais, termos coragem de enfrentar toda manifestação do vento, seja ele pró ou contra nossa casa.

Abracemos as oportunidades e cuidemos dos ventos.

Somos mais como somos um!

A Diretoria

Nenhum comentário.